Tag: tendências

Escolas e Trabalho no Futuro – Visão Microsoft

Se você é novo por aqui, pode nos acompanhar assinando nosso RSS feed. Gratos pela visita!

Para aguçar nossa imaginação, segue o vídeo da Microsoft indicando o que podemos esperar no futuro próximo.

Como vamos organizar nossas vidas e de que maneira se estabelecerá a interação Homem-Máquina.


Por quê usar Facebook?

Dados – Facebook:


1.  Os usuários do Facebook tem, em média, 130 amigos.

2.  Mais de 25 mil milhões de peças de conteúdos (links da web, notícias, posts, notas, álbuns de fotos, etc) são compartilhados a cada mês.

3.  Mais de 300.000 usuários ajudaram a traduzir o site através de aplicações de tradução.

4.  Mais de 150 milhões de pessoas se envolvem com Facebook em sites externos a cada mês.

5.  Dois terços da comScore E.U. Top 100 sites e metade da comScore’s Global Top 100 sites têm integração com o Facebook.

6.  Existem mais de 100 milhões de usuários ativos atualmente acessando o Facebook através de seus dispositivos móveis.

7.  As pessoas que acessam o Facebook via celular são duas vezes mais ativas que os usuários não-móveis (pense nisso ao criar sua página no Facebook).

8.  O usuário está conectado no Facebook, em média, com 60 páginas, grupos e eventos.

9.  As pessoas gastam mais de 500 bilhões de minutos por mês no Facebook.

10.  Há mais de 1 milhão de empresários e colaboradores de 180 países no Facebook.

Fonte:  Assessoria de imprensa Facebook, by Gaia Creative.


Brasil é 42º em ranking de economia digital

O estudo reflete a capacidade das nações de maximizar a utilização das tecnologias da informação e comunicação (TIC) em benefício dos consumidores, empresas e governos.

A Suécia lidera o levantamento (8,49 pontos), seguido por Dinamarca (nação que ostentava a primeira posição no ano passado), Estados Unidos, Finlândia e Holanda, fechando os cinco primeiros.

Realizado anualmente pela unidade de inteligência da revista The Economist, em parceria com a IBM, o ranking avaliou 70 países.

Imagem reflete o predomínio do twitter por nacionalidades:

Nações em desenvolvimento, como Estônia (25º), Chile (30º) e México (41º) estão à frente do Brasil, que supera China (56º), Índia (58º) e Rússia (59º).

O Azerbaijão ocupa a última colocação no estudo, com apenas 3 pontos.

A relação completa pode ser conferida no site da Economist Intelligence Unit.

Fonte: InfoExame


Crescimento do E-commerce traz PayPal ao Brasil

Será anunciado na próxima semana a instalação da empresa de pagamentos mundial PayPal no país.

Atualmente, 15% das vendas eletrônicas mundiais ocorrem via PayPal. Muitos consumidores preferem usá-lo para evitar abrir dados financeiros em sites desconhecidos. Para a companhia, é isso o que impede 85% dos internautas brasileiros de fazer compras on-line.

Em outubro, a Folha revelou que o PayPal usaria o Brasil como base para sua expansão pela América Latina, prevendo que as vendas on-line movimentarão US$ 13 bilhões (cerca de R$ 23 bilhões) somente no Brasil até 2012.

Dados do Mercado Brasileiro:

  • Vendas do comércio eletrônico crescem 40% no 1º semestre

Os consumidores brasileiros movimentaram R$ 6,7 bilhões em compras na internet no primeiro semestre do ano, de acordo com os dados divulgados nesta terça-feira pelo e-bit, empresa especializada em informações sobre o setor.

O valor –que não inclui vendas de veículos, passagens aéreas e leilões virtuais– representa um crescimento de 40% em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com a consultoria, a expansão foi impulsionada por venda de TVs de tela plana e artigos esportivos por conta da Copa do Mundo. O valor médio das compras aumentou 17% em relação ao mesmo período do ano passado, para R$ 379.

O número de internautas que fizeram ao menos uma compra virtual chegou a 20 milhões de consumidores ao final de junho. Em dezembro, eram 17,6 milhões.

O Brasil tem hoje quase 70 milhões de internautas e os usuários ativos somam cerca de 37 milhões de pessoas, segundo levantamento do Ibope.

Em 2009, a entrada das Casas Bahia no segmento de comércio virtual impulsionou o aumento de 30% no e-commerce, com as vendas eletrônicas alcançando R$ 10,6 bilhões de faturamento. A redução de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para a linha branca –geladeiras, fogões– também contribui com o resultado.

  • Redes sociais contribuiram para gastos de R$ 335 mi em compras on-line

As redes sociais, como Orkut, Facebook e Twitter, estão influenciando o comércio virtual no Brasil. Um estudo feito pela consultoria de informações sobre e-commerce, e-bit, concluiu que essas mídias contribuiram para o faturamento de R$ 335 milhões em negócios virtuais no primeiro semestre deste ano.

A estimativa levou em conta os clientes que responderam ter as redes sociais como motivador da compra. ” O número ainda é baixo, mas deve crescer nos próximos anos”, apontou o diretor de marketing e produtos do e-bit, Alexandre Umberti.

  • Cresce participação da classe C no comércio virtual

De acordo com os dados divulgados pela consultoria e-bit, que reúne informações sobre e-commerce no Brasil, mostram que 60% dos novos consumidores possuem renda familiar de até R$ 3 mil.

No primeiro semestre, a consultoria registrou a entrada de 2,4 milhões de consumidores para o mundo das compras virtuais. Esse adicional fez a base dos clientes que já fizeram ao menos uma aquisição pela internet chegar a 20 milhões de pessoas.

Fonte: Compilado de Folha.com – 24/08/2010


Infográfico – Os 300 maiores sites da Web

O site Nmap.org gerou um infográfico com a relevância via apontamento de url dos maiores sites da web.

A digitalização em grande escala do topo milhões de sites web (por dados de tráfego Alexa) foi realizada no início de 2010 usando o Nmap Security Scanner e seu mecanismo de script. ( Clique para ampliar )

http://nmap.org/favicon/alexa-1.2-small.jpg

Foram recuperados os ícones de cada site, em primeiro lugar analisar o HTML de uma tag link e depois cair de volta para / favicon.ico se que falhou. Dos 328.427 únicos ícones coletados, 288.945 eram imagens adequadas. Os 39.482 restantes foram seqüências de erro e outros arquivos de imagem de terceiros.

No gráfico, o tamanho do ícone do site corresponde ao seu alcance na web. Como o esperado, o Google lidera, seguido do Facebook e do Yahoo!. Segundo o infográfico, o Google tem um alcance de 91,79% na web, enquanto Facebook e Yahoo! atingem 29,17% e 23,45% dos usuários. YouTube, MSN, Wikipedia, WordPress e Gravatar são outros que aparecem no topo da tabela.

O ícone do Google ocupa uma área de 11 936 x 11 936 pixels. Já o menor deles tem apenas 16 x 16 pixels e pertence a um site com apenas 0,00001% de alcance na web. A área total da imagem é de 37 440 x 37 440 pixels.

Veja de forma interativa!

Related Posts with Thumbnails

  • Fabebook Zope Twitter Zope Zope Youtube
  • Copyright © 2010-2013 - Zope Mídia Gestão Digital e Eventos LTDA - Av Prefeito Evandro Behr, 4400 - Camobi - Santa Maria, RS || +55 (55) 9128 - 5688 / (51) 8188 - 4487 || .... CNPJ: 12.368.660/0001-09
    iDream theme by Templates Next | Powered by WordPress